Pular para o conteúdo

O que é SEO?

Caso você já tenha pesquisado sobre marketing digital, em algum momento deve ter se deparado com o termo Search Engine Optimization (SEO). Esse é um elemento essencial nas estratégias online para atingir bons resultados orgânicos. Porém, se chegou até aqui, provavelmente quer saber em detalhes o que é SEO, como ele funciona e por que isso é importante para a sua empresa.

A sua preocupação em entender um pouco mais sobre esse conceito é justificável. Uma estratégia digital bem-sucedida resulta de uma boa visibilidade. As muitas visitas recebidas por um site podem aumentar as conversões e são resultado de uma campanha eficaz de longo prazo.

Com isso em mente, a maioria das empresas investem em SEO para alavancar a sua visibilidade. Afinal, qual negócio não gostaria de estar nas primeiras posições do Google? As  estratégias de otimização tornam isso possível, fazendo com que a sua marca possa se destacar nos algoritmos da gigante de pesquisas. 

E o melhor? Tudo de forma orgânica, sempre visando melhorar a experiência do usuário e criar conteúdos relevantes. Mas, antes de mais nada, é essencial conhecer no que consiste essa técnica, como implementá-la e quais são as suas vantagens. 

Para te ajudar, nós preparamos este artigo com um guia completo para aumentar seus conhecimentos sobre o que é SEO e, assim, nortear as suas próximas ações online. Portanto, continue a leitura!

O que é SEO para iniciantes: uma breve história da otimização de mecanismos de busca

Três bloquinhos de madeira, cada um com uma letra, escrito SEO

Conhecimento nunca é demais. Por isso, antes de aprofundar sobre o que é SEO, é importante conhecer a história por trás dessa estratégia. Afinal, todos nós sabemos que ela existe e que é uma parte importante dos negócios. Mas não gastamos muito tempo pensando em suas origens.

No entanto, acreditamos que entender de onde tudo isso veio nos ajuda a ver quão longe a otimização de mecanismos de busca já chegou. Ao mesmo tempo, a história nos diz sobre o papel futuro do SEO. Dessa forma, traz alguns insights e dicas sobre como pensar melhor em estratégias para os próximos anos.

Atualmente, Search Engine Optimization gira muito em torno do Google. No entanto, a prática que hoje conhecemos como SEO, na verdade, é anterior ao mecanismo de busca mais popular do mundo. Acredita-se que tenha começado há mais de 25 anos, em meados da década de 1990.

Por volta dessa época, o primeiro site do mundo foi lançado. Rapidamente, vários outros foram surgindo. Então, houve uma enorme necessidade em termos de estrutura e acessibilidade. Assim, os primeiros buscadores do mundo foram criados. 

A partir de 1993, vários buscadores revolucionaram a forma como as informações eram categorizadas. Contudo, foi em 1996 que realmente decolou quando o Google entrou em cena com o nome de BackRub. 

Foi somente um ano mais tarde que os criadores, Sergey Brin e Larry Page, alteraram o nome do que se tornaria o maior e mais reconhecido mecanismo de busca até hoje. Foi então que o Search Engine Optimization ganhou grande relevância.

Mas, embora tenha uma vida relativamente curta, o SEO amadureceu e cresceu de forma muito rápida. Isso é notório, sobretudo ao analisar quantas mudanças o algoritmo do Google passou.

Entendi, mas como a história do SEO tem impacto hoje?

As atualizações do algoritmo do Google passaram a recompensar a produção de conteúdo inédito e relevante que conectam os usuários com o que eles realmente desejam encontrar. Dessa forma, o SEO desde o início foi crescendo e até hoje está em constante desenvolvimento.

Assim, a sua história nos ensina que a melhor maneira de se preparar para o futuro do Search Engine Optimization é não pegar atalhos. Você deve executar bem uma estratégia e publicar conteúdo que tenha valor real para seus visitantes. Isso requer alto nível de habilidade e ética, bem como o uso das técnicas certas de otimização. 

Ou seja, trabalhar com isso tornou-se uma atividade de tempo integral. Afinal, a história sobre o que é SEO só continuará evoluindo. Ao longo dos anos e de forma contínua, o Google trabalha para entregar a melhor experiência possível para os usuários.

Enquanto algumas atualizações são simples e passam quase despercebidas, outras merecem atenção redobrada. Assim, se os algoritmos mudam frequentemente, é essencial acompanhar essas novidades para aplicar as mudanças necessárias em seu site.

Noções básicas sobre oque é SEO e introdução aos fundamentos

Invista em uma auditoria de SEO e melhore sua presença online

Tudo bem, a história é interessante e nos dá um panorama geral. Mas vamos ao que realmente interessa? Você pode ter o site mais bonito do mundo, com design moderno e atrativo, e ainda assim não gerar tráfego com ele.

Isso pode acontecer por vários motivos, incluindo pela má otimização dele. Contudo, se o seu objetivo de negócio é vender, então seu site deve ser uma ferramenta de vendas completamente otimizada. 

Para seguir descomplicando esse tema para você, vamos falar sobre algumas noções básicas e fundamentos do SEO a seguir:

Conheça a definição da otimização para mecanismos de busca

Sem mais delongas, Search Engine Optimization significa otimização para mecanismos de busca. Trata-se do ramo do marketing digital que visa melhorar a posição das páginas da web nos resultados orgânicos (não patrocinados) dos buscadores.

Assim, consiste na implementação de um conjunto de ferramentas e técnicas que permitem melhorar o seu posicionamento. Em outras palavras, para responder o que é SEO, podemos dizer que são todos os esforços técnicos colocados em prática para melhorar a visibilidade de um site. Ou seja, é a arte de otimizar uma página da web para o Google, Bing e Yahoo, por exemplo.

O seu principal objetivo é trazer tráfego qualificado e orgânico para um site vindo dos buscadores. Portanto, ajuda a melhorar a presença das páginas web entre os resultados não pagos.

SEO, SEA, SMO e SEM: quais as diferenças?

O marketing digital não economiza nas siglas, o que pode fazer tudo parecer confuso para quem está por fora desse mundo. Basicamente, por trás desses termos estão escondidas diferentes técnicas que aumentam a visibilidade e o tráfego do seu site. 

Esclarecido esse ponto e agora que você já sabe o que é SEO, veremos o que significa cada uma dessas outras siglas e como elas são diferentes da otimização de um site:

SEA x SEO

SEA refere-se ao posicionamento pago. Isto é, a qualquer ação na criação e otimização de anúncios que aparecem nos resultados dos mecanismos de pesquisa. Dessa forma, ao contrário do SEO, aqui você precisa se comprometer com um orçamento. Os links patrocinados geralmente aparecem acima ou à direita dos resultados orgânicos.

SEASEO
TráfegoPagoOrgânico
Tempo para resultadosCurto prazoLongo prazo
OtimizaçãoPalavras-chave e pagamento por cliqueCompartilhar informação relevante e otimização para web
CanaisGoogle, Bing, Yahoo e outros buscadoresGoogle, Bing, Yahoo e outros buscadores

SMO x SEO

O SMO significa Social Media Optimization. Esse termo faz referência ao conjunto de estratégias de redes sociais. Ou seja, são técnicas utilizadas para melhorar a visibilidade de um site nos canais de social media, como Twitter, Facebook ou Instagram. Assim, é considerado um complemento ao posicionamento SEO.

SMOSEO
TráfegoOrgânicoOrgânico
Tempo para resultadosLongo prazoLongo prazo
OtimizaçãoCompartilhar informação relevante e atrativo visualCompartilhar informação relevante e otimização para web
CanaisInstagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e outras redes sociaisGoogle, Bing, Yahoo e outros buscadores

SEM x SEO

Por fim, também é válido falar sobre a diferença entre o que é SEO e SEM. Do termo Search Engine Marketing, SEM um pouco mais amplo. Isso porque engloba todas as técnicas que visam melhorar a visibilidade de um site nos mecanismos de busca para gerar tráfego. Portanto, inclui SEO, SEA e SMO.

Mini dicionário de SEO

Mão tocando com ícone de pesquisa para Search Engine Optimization (SEO)

Além de compreender o que é SEO, existem muitos termos e conceitos relacionados que são importantes. Obviamente, você não precisa decorar todos. Contudo, ter clareza sobre alguns deles é essencial para entender como funciona a otimização do seu site ou projeto:

Mecanismos de busca

Um ponto fundamental para o SEO são os motores ou mecanismos de busca. Por esse motivo, cabe explicar aqui do que se trata e como funcionam. Basicamente, é uma ferramenta online que ajuda as pessoas a encontrarem informações na internet.

Obviamente, o Google domina o mercado de mecanismos de busca. Contudo, há também o Bing e o Yahoo que, embora em menor escala, também são utilizados no Brasil. Todos funcionam com princípios semelhantes. Sendo assim, desde que o site do seu negócio seja otimizado para o Google, você também deve ter bons posicionamentos nos outros.

Conceitos importantes relacionados aos mecanismos de busca
  • SERP significa Search Engine Results Page e se refere às páginas de resultados exibidas pelos mecanismos de busca;
  • Googlebot são robôs que percorrem a web, enviados pelo Google, para encontrar todos os sites da internet, analisá-los e atribuir a cada um deles uma determinada posição na SERP;
  • Rastreamento é o método utilizado pelos mecanismos de busca para classificar e indexar todas as páginas existentes na internet;
  • Indexação é a inclusão de urls em um índice de buscador. Assim, uma página é considerada indexada quando o mecanismo de busca a inclui em seus resultados orgânicos;
  • Algoritmo é um conjunto de operações que buscam resolver um problema. No caso do Google, seu algoritmo tenta garantir que o usuário encontre uma resposta exata ou o mais próximo disso possível para o que procura;
  • CTR é o número de cliques que um link obtém em comparação com o número de impressões. Essa métrica normalmente é utilizada para medir o impacto que uma estratégia teve.

Tipos de SEO

Seguindo nosso guia, veja os diferentes tipos de SEO que existem:

SEO off-page 

O SEO off-page consiste em reforçar elementos externos ao site. Sendo assim, nos referimos sobretudo ao gerenciamento e aquisição de links externos ou backlinks que apontam as páginas de terceiros para as páginas do seu site.

Porém, essa é uma estratégia que não visa apenas a quantidade, mas também a qualidade. Ou seja, não adianta conseguir linkagem de qualquer site. Pelo contrário, a autoridade da página de origem do link deve ser considerada.

SEO on-page
Leve seu site à posição nº 1 do Google com SEO!

Ao contrário da otimização off-page, o SEO on-page é o conjunto de atividades de otimização colocadas em prática dentro das páginas do site a serem posicionadas na SERP. Pode ser dividido em dois setores: 

  • Trabalho no código HTML e na estrutura de um site: meta tags, sitemap, heading tags, etc;
  • A redação do conteúdo e a escolha das imagens: escolha de palavras-chaves, conteúdos relevantes e originais, etc.

Aqui, é válido ressaltar também a otimização de performance. A velocidade que seu site é carregado e apresentado para o usuário importa. Afinal, estamos na geração em que o imediatismo é a chave do sucesso. Portanto, falaremos um pouco mais sobre esse assunto posteriormente, junto aos fatores de ranqueamento do Google.

Black hat e white hat: técnicas negativas e positivas

As técnicas de SEO podem ser classificadas de duas formas:

Black hat

É um conjunto de práticas antiéticas e desaprovadas pelos mecanismos de busca. Isso porque visam manipular o algoritmo. Dessa forma, conquistando posicionamento nos resultados orgânicos, mas sem oferecer conteúdo de qualidade ao usuário.

Embora essas técnicas possam garantir o topo dos resultados na SERP em pouco tempo, os buscadores costumam classificar como spam. Assim, podem penalizar e banir os sites que se aproveitam delas.

White hat

Já SEO white hat são técnicas que estão em conformidade com as regras estabelecidas pelas diretrizes do Google. Em vez de tentar enganar o algoritmo, consiste em escrever um texto natural projetado para ser legível e de valor. Desse modo, pensando sempre nos usuários primeiro e só depois nos mecanismos de pesquisa.

Essa prática garante resultados duradouros. Contudo, em geral, são mais evidentes no longo prazo. Mas vale a pena, para garantir que seu site não perca a indexação por ter sido penalizado pelos buscadores.

Quais são os fatores de ranqueamento do Google?

Você já sabe o que é SERP, rastreamento, indexação e até os robôs do Google. No entanto, quais são os fatores de ranqueamento desse buscador? Bom, explicar como funciona uma das coisas mais complexas da internet é um tanto complicado.

Inclusive, é difícil falar sobre todos, até porque o Google se baseia em mais de 200 fatores de ranqueamento. Por isso, separamos os 10 principais para você conferir:

Arquitetura do site

Os mecanismos de pesquisa rastreiam e indexam diferentes partes do seu conteúdo. Assim, a arquitetura do site é essencial para o SEO on-page, pois traz muitos benefícios em termos de posicionamento. Esse termo refere-se à forma como se localizam e concebem todos os componentes de uma página e como o conteúdo é distribuído.

Quanto mais organizada e unida for sua estrutura, melhor. Isso porque, idealmente, qualquer página do seu site deve ser acessível em três cliques ou menos. Como resultado, você torna seu conteúdo mais fácil de navegar e os leitores perceberão que não clicar em vários links para encontrar o que estão procurando.

Ou seja, ter uma boa arquitetura é fundamental para maximizar o alcance de um site, e oferecer aos usuários uma ótima experiência na hora de navegar por ele.

Tenha um site otimizado para o seu negócio com os serviços SEO da Tecra

Adaptado para dispositivos móveis

Desde 2017, a compatibilidade com dispositivos móveis se tornou um fator de classificação para aumentar o impacto dos sites. A chamada indexação mobile-first, então, passou a priorizar as páginas da web pela sua versão móvel. Portanto, se o seu site for otimizado apenas para desktop, o desempenho no mecanismo de busca pode ser prejudicado.

Usabilidade

Não adianta ter um site bonito e desenvolvido com as tecnologias mais recentes se ele não tiver fácil navegação para os visitantes. Por esse motivo é que a usabilidade também é importante.

Afinal, trata-se da medida da qualidade da experiência que um usuário tem ao visitar e interagir com um site. Assim, a melhor maneira de criar uma página eficiente, é projetá-la orientada à conversão. Isto é, centrada no usuário e não na tecnologia ou originalidade.

Velocidade de carregamento

Se o carregamento do seu site for lento, ele pode ter uma alta taxa de rejeição (bounce rate). Como resultado, é bem provável que você perca clientes em potencial. Por isso, você deve se preocupar com a velocidade de carregamento das páginas. Principalmente agora que sabe que esse é um dos fatores de ranqueamento do Google.

Lembre-se que um site rápido é sempre bem valorizado pelos usuários e, consequentemente, pela gigante de pesquisas.

Autoridade do domínio

Quando falamos em autoridade do domínio, estamos nos referindo à relevância de um site em relação ao restante das páginas do mesmo nicho. O Google leva isso em consideração para determinar a ordem dos resultados da pesquisa.

Sendo assim, quanto maior o nível de autoridade, maior a probabilidade das páginas do seu site aparecerem entre os primeiros resultados de pesquisa. Por isso, torna-se essencial aumentá-la em uma estratégia de SEO.

Segurança do site

Se uma empresa for vítima de um ataque cibernético em seu site, as classificações dos mecanismos de busca podem ser afetadas. Além disso, os clientes costumam ficar desconfiados e, com isso, irão parar de visitar suas páginas. Ou seja, uma vulnerabilidade de segurança significa um risco para os clientes, a reputação do seu negócio e o desempenho do site nos buscadores.

Por isso, os certificados não são mais um luxo para as grandes marcas que possuem um site. Pelo contrário, eles se tornaram uma necessidade, sobretudo se você possui uma loja online, ou tem formulários que capturam quaisquer dados sensíveis dos usuários.

Assim, dois pontos importantes aqui são:

  • Certificado SSL criptografa o tráfego entre um navegador e um site para proteger a conexão. Dessa forma, fornece segurança para a troca de informações entre o usuário e a página da web;
  • HTTPS. Sempre que uma página for executada com criptografia SSL, essas iniciais aparecerão no início de sua URL. A  diferença para o HTTP é que ele usa uma conexão segura.

PageRank

No passado, PageRank era um dado oficial do Google que indicava o índice de popularidade de cada página dentro de um site. Isso era avaliado com base no número de links que ela recebia. No entanto, com a proliferação de diretórios e outras plataformas para comprar links de baixa qualidade, o gigante de pesquisas teve que reprimir essa prática. 

O PageRank como era conhecido, então, caiu em desuso. Porém não significa que não exista mais. Só não é mais acessível ao público. O mecanismo continua a usar o algoritmo confidencial internamente.

Atualmente, a qualidade dos backlinks se tornou tão ou até mais importante que a quantidade. A popularidade de um site depende da quantidade e da qualidade dos links que ele recebe. Portanto, está diretamente relacionada ao link building, uma estratégia de SEO.

TrustRank

Esse é o fator de ranqueamento do algoritmo que classifica os sites conforme o seu grau de confiabilidade. Para tanto, o Google mede isso analisando:

  • o assunto abordado, que deve estar relacionado a sua curadoria de conteúdo;
  • reputação dos sites linkados. Ou seja, a qualidade das páginas que criam backlinks para a sua e para as quais você faz linkagem externa.

Palavras-chave

Esse termo é muito popular dentro do marketing digital e não é para menos. Afinal, as palavras-chave são essenciais para o SEO, pois é aquilo que os usuários usam para pesquisar no Google. Portanto, trata-se da principal forma pela qual as pessoas encontram nosso site ou blog.

As palavras-chave são a base da sua estratégia, já que a grande maioria das buscas são feitas através delas. Podem ser compostas por uma única palavra ou por uma frase. A pesquisa, planejamento e a utilização delas, então, deve ser feita de forma estratégica e inteligente. Afinal, influenciarão o tipo de tráfego que você receberá.

Nesse sentido, existem muitas ferramentas que podem te ajudar. Entre elas, algumas merecem destaque.

Principais ferramentas para pesquisa de palavras-chave

Aqui está uma lista com as principais ferramentas que ajudam a encontrar as palavras-chave certas para os conteúdos:

  • Google Trends
  • Google Keyword Planner
  • Keyword Tool
  • Ubersuggest
  • Semrush
  • Ahrefs
  • Answer the public

Conteúdo relevante e original

Depois de pesquisar exaustivamente as palavras-chave, agora é a hora de escrever os textos. Sem eles, os mecanismos de busca não teriam informações suficientes para indexar suas páginas corretamente e te ajudar a ranquear. Não à toa, o conteúdo é considerado o rei do SEO

Hoje, o Google só está disposto a fornecer as melhores experiências para seus usuários. Desse modo, o artigo com melhor posicionamento é aquele que fornece valor real ao usuário. Obviamente, redigi-lo requer muito esforço, pesquisa e tempo. Mas você pode ter certeza que no final valerá a pena. 

O marketing de conteúdo se tornou uma parte fundamental de qualquer estratégia online. Por isso, em vez de quantidade, concentre-se na qualidade. Além disso, sempre incorpora conteúdo visual atraente para complementar o texto.

Publique conteúdos estratégicos no site e no blog da sua empresa

Quais são as principais ferramentas de SEO?

Qualquer pessoa que deseja obter resultados efetivos com SEO não pode negligenciar as métricas. Para ajudar, estão disponíveis diversas ferramentas que fornecem dados e insights úteis. Conhecer algumas delas é vital para economizar tempo e ter em mãos uma grande vantagem competitiva:

  • Google Search Console
  • RD Station
  • Semrush
  • MOZ
  • Ahrefs

Além do Google, como fazer SEO para outros canais?

O Google é o líder indiscutível do setor e está no topo em muitos países. Porém, existem outros mecanismos de busca e canais com os quais você pode se preocupar e querer otimizar. Em seguida você descobre alguns deles:

SEO para Bing

Mesmo que o Google tenha uma grande fatia do mercado, outros buscadores não devem ser desconsiderados. O Bing, por exemplo, ainda recebe 1,3 bilhão de visitas por mês. Justamente por isso, foi desenvolvida uma ferramenta própria voltada para desenvolvedores. 

Chamada de Bing Webmaster Tools, ela possibilita emitir relatórios completos de SEO para sites, com foco em buscas por palavras-chave.

Felizmente, a maioria das estratégias e técnicas utilizadas para o Google são válidas aqui. Dessa forma, quando você trabalha com a otimização de um site pensando no algoritmo da gigante das pesquisas, está trabalhando também com SEO para Bing. 

SEO para Yahoo

Não menos importante, o Yahoo tem 1,34% de participação no mercado mundial de mecanismos de busca. Embora os seus números não sejam tão altos, você vai querer ter o site do seu negócio otimizado para que alcance o máximo de pessoas possível.

Nesse sentido, é válido pensar em SEO para Yahoo. Novamente, grande parte das estratégias usadas para o Google também são aplicáveis aqui. Ou seja, a maioria dos seus esforços de otimização servem, de uma só vez, para os principais buscadores.

SEO para YouTube

É inegável o crescimento dos conteúdos audiovisuais na internet nos últimos anos. Por isso, pode ser interessante investir em SEO para YouTube. Mas o que é isso? Bom, basicamente um conjunto de técnicas utilizadas para que um vídeo ou canal ganhe posicionamento na plataforma

Uma otimização bem feita, inclusive, pode fazer com que um vídeo apareça na SERP para determinadas palavras-chaves. Dessa forma, gerando tráfego, ganhando visibilidade e aumentando o número de inscritos. 

Assim, faz muito sentido esse investimento. Afinal, o YouTube tem bastante potencial. Ele pode ajudar empresas a atingirem seu público-alvo e atraí-los para suas páginas de conversão.

SEO para e-commerce

Pequeno carrinho de compras com caixas de papelão em cima do teclado de um notebook

Embora também seja um site, o comércio eletrônico tem suas particularidades. Por isso, devemos falar sobre o SEO para e-commerce. Isso porque destacar-se em um ambiente digital onde já existem milhões de concorrentes tentando vender produtos ou serviços similares não é fácil.

Neste contexto, cada ferramenta e cada estratégia contam e, dentro delas, o SEO é essencial. Portanto, você precisa ter uma estratégia sólida de otimização para:

  • Aumentar a credibilidade do seu negócio
  • Posicionar sua marca como líder no setor
  • Vender seus produtos

Como resultado, a sua loja só tende a crescer com esse investimento.

Perguntas frequentes sobre SEO

A gente sabe, todas essas informações fazem com que a otimização às vezes pareça um quebra-cabeças. Então, muitas dúvidas devem estar passando pela sua mente agora. Para resolver isso, aqui estão algumas perguntas frequentes que costumamos receber:

Por que investir em SEO?

As estratégias de marketing digital têm como objetivo atrair pessoas e convertê-las. Por isso, é importante que o seu site gere tráfego qualificado, o que é possível por meio do SEO. Como resultado, as suas páginas na web podem conquistar bom posicionamento em várias palavras-chave. Assim, em suma, investir na otimização é aumentar as chances de aparecer organicamente para quem pode ter interesse nos seus produtos ou serviços.

Quanto tempo leva para obter bons resultados em SEO?

Não existe uma resposta exata. Essa é uma questão que depende do nível de dificuldade para cada SERP, concorrência e objetivo de negócios. Embora os resultados possam vir em pouco tempo, não precisa se preocupar caso não ocorra. O SEO consiste em estratégias de longo prazo, sendo algo feito de forma ativa e com constância. Por isso, trabalhamos constantemente em melhorias e novas estratégias para nossos clientes na Tecra.

Como começar a otimizar meu site?

Tudo começa com o mais simples: sua página inicial. Ela é como se fosse o cartão de visita do seu negócio, a porta de entrada para os usuários conhecerem sua empresa. Se não estiver bem estruturada e com conteúdo relevante, a maioria das pessoas só vão fechar a aba e nunca mais voltam. O primeiro passo, então, deve ser otimizar a home do seu site. Para isso, você pode contar com a ajuda especializada da Tecra.

Qual a hora certa para investir em SEO?

A hora certa para investir em otimização é agora mesmo. Afinal, a cada dia que passa, o seu segmento fica mais competitivo e o mesmo vale para o SEO. Assim, torna-se mais difícil conquistar posicionamentos na primeira página dos resultados orgânicos. O ideal é não perder mais tempo e iniciar uma estratégia sólida o quanto antes.

Posso parar com o tráfego pago se investir em SEO?

Não é recomendado fazer isso e nem faz sentido se o objetivo é o crescimento do seu negócio. Embora o SEO sozinho seja um excelente investimento, no marketing digital não é bom apostar tudo em uma única fonte de tráfego. Aliar diferentes estratégias é o melhor caminho para conquistar autoridade no segmento e atrair novos clientes.

Posso cuidar do SEO do meu negócio sozinho?

O SEO não é uma equação fácil de resolver. Existem técnicas que exigirão tempo para implementar. E até obter resultados existe um processo que exige esforço. Além disso, o Google e os outros mecanismos de pesquisa atualizam seus algoritmos constantemente. Ou seja, você precisa se manter atualizado. Você até pode fazer tudo isso sozinho, mas para diminuir a perda de tempo e dinheiro, procurar uma agência costuma ser o mais indicado.

O que fazer se não estou obtendo resultados com o SEO?

Você tem um site para o seu negócio, mas está decepcionado com o tráfego? Isso acontece com muitas empresas que não fazem a otimização de suas páginas. Ou, ainda, que não trabalham as estratégias de forma adequada. O ideal nesses casos é procurar uma agência especializada que faça uma auditoria de SEO e planeje as próximas ações.

Coloque seu site na primeira página do Google com o SEO da Tecra

Leve o site da sua empresa ao topo do Google!

Na Tecra acreditamos que todos os negócios têm potencial para serem bem-sucedidos na internet. Basta ter um site eficiente, otimizado e com conteúdo de qualidade. Por isso, nosso objetivo é ajudar nossos clientes a alcançarem os melhores resultados possíveis nos buscadores, colocando seus sites nas primeiras posições da SERP.

Combinado com outras estratégias de marketing digital, isso pode se traduzir em um maior número de vendas, branding e superação da concorrência. Portanto, agora que você já sabe o que é SEO, não perca mais tempo. Invista no crescimento digital do seu negócio e alcance cada vez mais consumidores. Entre em contato com nosso time!

Deixe um comentário